Produtos | Moutinho

Segunda a Sexta: 7h30min às 12h e 13h15min às 18h00min

Telefone e Whatsapp: (51) 3587-1515 | matriz@moutinhors.com.br

Produtos

Madeiras

Desenvolvemos um trabalho de qualidade na madeira, sempre com o intuito de obter um melhor aproveitamento e acabamento.

Trabalhamos com madeiras nativas como a de Cedrinho, de Cambará e de Angelim e também com madeiras de reflorestamento como a de Pinus e de Eucalipto. Todas podem ser bem aproveitadas na construção civil, do alicerce ao telhado.

Cedrinho

Origem: ocorre na região Amazônica, Pará, Mato Grosso, Roraima, Amapá, Guianas e Suriname.

Características gerais: cerne marrom-avermelhado-claro, distinto do alburno cinza claro a marrom-acinzentado-claro.

Trabalhabilidade: fácil de aplainar, serrar e lixar.

Aplicação: construção civil e naval, móveis, molduras, carpintaria comum, rodapés, chapas, fôrma para concreto, caixas, engradados, embalagens e outros.

Cambará

Origem: Amazonas, Pará, Rondônia, Mato Grosso.

Características gerais: cerne e alburno pouco distintos pela cor, cerne bege-claro levemente rosado a avermelhado, brilho moderado, cheiro e gosto imperceptíveis.


Trabalhabilidade: moderadamente dura ao corte, fácil usinagem, madeira ligeiramente abrasiva, boa aderência, obtêm-se bom acabamento superficial.


Aplicação: construção civil, portas, janelas, marcos, marcenaria, forros, guarnições, rodapés e outros.

Angelim

Origem: Amazônia, Acre, Amapá, Mato Grosso, Pará, Rondônia.

Características gerais: cerne e alburno distintos pela cor, cerne castanho-avermelhado claro ou escuro, com manchas castanhas mais escuras devido à exsudação de óleo-resina, alburno castanho-pálido, brilho ausente, cheiro e gosto imperceptíveis.

Trabalhabilidade: a madeira de angelim-pedra é fácil de ser trabalhada. Acabamento de regular a bom na plaina, torno e broca. É moderadamente fácil de serrar e aplainar, é fácil de pregar, parafusar e permite acabamento satisfatório.

Aplicação: construção civil, cabos para cutelaria, lâminas decorativas, móveis estândar, pontaletes, andaimes, fôrmas para concreto, forros, lambris, portas, venezianas, caixilhos, vigas, caibros.

Pinus

Origem: Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Pará, Amapá, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul.

Características gerais: cerne e alburno indistintos pela cor, branco-amarelado, brilho moderado, cheiro e gosto distintos e característicos (resina), agradável.

Trabalhabilidade: a madeira de pinus é fácil de ser trabalhada. É fácil de desdobrar, aplainar, desenrolar, lixar, tornear, furar, fixar, colar e permite bom acabamento. 

Aplicação: construção civil, cordões, guarnições, rodapés, forros, lambris, fôrmas para concreto, pontaletes, andaimes, ripas, partes secundárias de estruturas, cabos de vassoura, palitos, chapas compensadas, lâminas decorativas, peças, torneadas, artigos de esporte, brinquedos, embalagens, bobinas, carretéis, pincéis.

Eucalipto

Origem: Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul.

Características gerais: cerne e alburno distintos pela cor, cerne castanho-rosado-claro, alburno bege-rosado, pouco brilho, cheiro e gosto imperceptíveis.

Trabalhabilidade: madeira excelente para serraria, no entanto, requer o uso de técnicas apropriadas de desdobro para minimizar os efeitos das tensões de crescimento. Apresenta boas características de aplainamento, lixamento, torneamento, furação e acabamento.

Aplicação: construção civil, ripas, partes secundárias de estruturas, pontaletes, andaimes, tábuas, tacos, parquetes, lâminas decorativas, chapas compensadas, embalagens e outros.